Nuno Simão Gonçalves

Nuno Simão Gonçalves é mestre em Arquitetura (2011) pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Ingressou na segunda edição do programa de doutoramento Patrimónios de Influência Portuguesa (PIP) do Instituto de Investigação Interdisciplinar (III) e do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES) (2012), onde se encontra a desenvolver a dissertação intitulada Do caniço ao cimento. A transição urbana de Lourenço Marques para Maputo (1961-1992), em relação à qual recebeu financiamento do PIP para deslocação ao território de estudo.

É investigador júnior no CES (desde o início de 2013), contribuindo em vários projetos, entre os quais se destaca: “De S. Paulo de Luanda a Luuanda, de Lourenço Marques a Maputo: capitais coloniais em tempos pós-coloniais”, sendo detentor de uma bolsa de Ciência e Tecnologia da Universidade de Coimbra; e  “UNESCO’s Global Report on Culture and Sustainable Urban Development regional survey for Portuguese speaking countries”, coordenado por Walter Rossa e financiado pela UNESCO.

Os seus interesses de investigação focalizam-se na arquitetura e urbanismo na África de expressão portuguesa, com especial empenho pelas questões da segregação urbana, antes e depois das independências.

Mais informação